...

Logo

João Henrique Serra Azul Poemas Inéditos

I.S.B.N: 9788595061514

Disponibilidade: Em estoque

Nº de Paginas: 184

Edição: 1

Ano da edição: 2020

Editora: Art Letras Editora

Autor: João Henrique Serra Azul

Idioma: Português

Formato: Papel

Tipo de Capa: Brochura

por R$ 39,90

Adicionar ao carrinho

Serra Azul destacou-se como exímio sonetista, profundo conhecedor de mitologias e de história antiga. Este livro traz um pouco de tudo isso, mas, sobretudo, é destinado àqueles que amam a boa poética ou a querem descobri-la.

Os sonetos, as quadras e os dísticos inéditos e aqui integrados foram concebidos, em grande parte, em Brasília, local onde o poeta viveu o maior tempo de sua vida, ao lado da mulher Raimunda Ceará Serra Azul (Raimundinha), filhos e familiares. Ao resgatar a obra inédita do vate, Raimundinha conduz ao leitor a lembrança inigualável de um pioneiro, no ano da graça de 2020, quando a cidade completa 60 anos.

Meritório o empenho de Raimunda Ceará Serra Azul, a princesa, na editação da obra de Serra Azul, difundindo a expressão poética de rico conteúdo desse versificador emérito, seu distinto príncipe, cearense ilustre.

Fecundo

Fico, às vezes, incrédulo e blasfemo
Quando vejo que minha juventude
É a sombra triste de um pesar extremo
E que a minha existência é ingrata e rude.

E maldigo ao Senhor, voto ao supremo
O ódio mais torpe e vil, e ainda não pude
Saber porque Ele, quando eu triste gemo
Fica alheio a meus prantos e virtude.

Mas bem sei que bondoso, de alma acesa
Para me amenizar tamanha guerra
Quis dar-me uma alta prova de beleza.

Deu-me o dom da poesia, áureo e fecundo
E para compensar minha tristeza
Ele um dia mandou-me para o mundo!